Acontece em Curitiba

ID Fashion se consolida no cenário da moda nacional

Publicado por em 27/09/2018 às 13h51

ID Fashion

A quarta edição do ID Fashion chegou ao fim com desfiles inspiradores e lotados, discussões sobre o presente e o futuro da moda. O evento, realizado pela Fiep (Federação das Indústrias do Estado do Paraná) e correalizado pelo Sebrae/PR, trouxe para Curitiba um recorte criativo e plural da moda no Estado, que de janeiro a junho deste ano, movimentou US$ 5,7 bilhões, segundo a Abit (Associação Brasileira da Indústria Têxtil). Cerca de 2 mil pessoas circularam pelos dois dias de evento.   

Confira o que rolou na passarela do segundo dia de desfiles: 

Soraya da Piedade
Alfaiataria requintada, cartela de cores delicada e detalhes étnicos aplicados de um jeito inovador. Esse é um resumo do desfile encantador da estilista angolana Soraya da Piedade, que mistura moda contemporânea e cosmopolita com sua raiz africana. Ela revisitou a padronagem pied de poule por meio de estamparia gráfica, ampliando e colorindo com cores esmaecidas. As máscaras tribais apareceram em bordados de miçangas e estampas. A modelagem veio em forma de conjuntos bem cortados, com inspiração na década de 1950, e vestidos amplos com bolsos.  Os tecidos usados foram sarja e tafetá.

Leveza do Ser
A estilista Angélica Sanches revelou sua paixão pela moda de inverno. Na coleção Reencontro com o novo, o moletom apareceu reinventado em todas as formas, como pulls em matelassê, calças, casacos de alfaiataria, casulos confortáveis, golas estruturadas, além de tricôs volumosos. Na cartela de cores, duplas contrastantes como verde e branco, verde e mostarda, tons terrosos e bordô, cinza. 

Recco
Os pequenos prazeres da vida foram desfilados pela marca de lingerie de Maringá, que recriou na passarela o sol da manhã, um passeio de bicicleta, tudo embalado por uma trilha sonora de clássicos italianos. No figurino, roupas de uma sensualidade romântica, como baby dolls rendados, quimonos leves, até chegar a conjuntinhos de lingerie provocantes na medida. 

Top Sebrae/PR
O primeiro desfile do segundo dia do ID Fashion trouxe cinco marcas apoiadas pelo Sebrae/PR. All Hunter abriu a passarela com moda masculina, bem urbana, com presença de estamparia tropical em contraposição com padronagens mais clássicas, como o camuflado. A FZO trouxe mais rapazes para a passarela e o destaque da coleção Time Party ficou por conta das camisetas, que fazem alusão à temática.
Com coleção inspirada em ervas da natureza, a Milho Guerreiro veio com peças fluidas, renda sobreposta à malharia, coleção bem romântica, de saiões e vestidões. Para eles, sarja estampada e camisetas com aplicações. A marca trabalha com baixíssimo desperdício, aproveitando 95% dos tecidos, obtendo assim coleções praticamente exclusivas.
A moda clássica de Carlina Brugnera apresentou variações de trajes de festa, indo do branco aos nudes até chegar ao preto. Tecidos diferentes e aplicações trouxeram texturas diferentes para as roupas. Carla Bergamask, por sua vez, veio com uma moda prática e com a cara do verão, com destaque para os florais e cores terrosas.

Exposição
O estilista mineiro Ronaldo Silvestre expôs, na quarta edição do ID Fashion, suas Memórias Afetivas, com peças superdelicadas, com uma linguagem contemporânea e atemporal, feitas a partir de resíduos da indústria têxtil. O que viraria lixo tornou-se arte para vestir pelas mãos do estilista que trabalha em parceria com mulheres de comunidades pobres de Itabira (MG). 

ID Talk
Na mesa redonda do ID Talk, no segundo dia do ID Fashion, os estilistas Akihito Hira Jr e Ronaldo Silvestre falaram sobre o contraste a indústria 4.0 e o handmade e como as pessoas podem estar envolvidas diretamente nos processos criativos. Akihito destacou a importância de aproximar a tecnologia das pessoas e de considerar as novas competências da indústria. Para Silvestre, é importante pensar em tecnologia, mas sem desviar o olhar da responsabilidade social e ambiental. “Quando alinhamos moda com desenvolvimento, meio ambiente e sociedade, conseguimos desenvolver as comunidades e trabalhar temas como o empoderamento de mulheres”, afirma. Na última palestra do ID Talk, a designer Daniela Nogueira falou sobre o futuro da moda, de como as criações deverão ser desenvolvidas, considerando o comportamento além da estética.

Sobre o ID Fashion
Na quarta edição do ID Fashion, participam marcas tradicionais e já consolidadas no mercado de moda ao lado de novos nomes. Em comum, as marcas têm a identidade própria e potencial para firmarem-se ou reforçarem seu posicionamento no mercado de moda. Elas mostram ainda a força do setor têxtil e de confecções do Paraná, um dos mais importantes da indústria do Estado, empregando cerca de 70 mil trabalhadores.
O ID Fashion é realizado Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), por meio do Conselho Setorial da Indústria do Vestuário e Têxtil, em correalização com o Sebrae/PR. Patrocinam o evento o Sesi Paraná, Senai Paraná, Caixa Econômica Federal e Grupo Morena Rosa. Mais informações no site www.idfashionpr.com.br. Acesso mais conteúdo pelo www.facebook.com/idfashionpr e @idfashionpr.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Categoria: Eventos, Moda
Tags: Curitiba, ID Fashion, Moda

Enviar comentário

voltar para Acontece em Curitiba

left show tsN fwR fsN|left tsN fwR|left show fwR tsN bsd b01s|bnull||image-wrap|news c05|fsN normalcase tsN fwR bsd b01|b01 c05 bsd|login news normalcase c05 fwB|tsN normalcase fwR bsd b01|normalcase fwR c05|content-inner||