Acontece em Curitiba

Maratona de Tributação e Inteligência de Negócios

Publicado por em 21/09/2018 às 13h45

Maratona de Tributação e Inteligência de Negócios

 Maratona de Tributação e Inteligência de Negócios - BI & Taxathon, evento promovido pelo IBPT – Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação, reuniu nos dias 14, 15 e 16 de setembro, no hotel Four Points by Sheraton, em Curitiba, mais de 250 profissionais e empresários de todo o país com apresentação de temas relevantes para empresas e negócios.

Segundo o Presidente do Conselho Superior do IBPT, Gilberto Luiz do Amaral, “essa segunda edição da BI & Taxathon superou nossas expectativas, tendo atraído pessoas de todas as regiões do país, enriquecendo os debates promovidos e as experiências trocadas nos workshops e palestras”.

No primeiro dia do evento, foi apresentado o IBPT, instituto que promove a difusão do conhecimento tributário à sociedade através de uma série de iniciativas renomadas como o Impostômetro, o projeto De Olho no Imposto (Imposto na Nota), estudos tributários e de Governança, como o da Real Frota Circulante de Veículos no país, entre outros. Durante a abertura, foi lançado o aplicativo Citizen do IBPT, “nele (Citizen) as pessoas poderão guardar suas notas fiscais eletrônicas, comparar o preço dos produtos adquiridos mês a mês, saber quanto foi pago em impostos em cada item e ainda organizar suas finanças, através de um controle mensal de gastos”, afirma Amaral.

Após a cerimônia de abertura, o cientista político Alberto Carlos de Almeida, autor de diversos best-sellers, entre eles O Voto do Brasileiro, lançado esse ano, apresentou um panorama das eleições passadas, distinguindo aqueles pleitos do próximo que acontecerá em 7 de outubro, com o tema Eleições 2018: resultado previsível ou surpreendente? “O que se imaginava é que haveria o mesmo padrão das demais eleições, com nomes e partidos inexpressivos caindo à medida que se chega no dia da eleição, e isso não está acontecendo”, disse o especialista.

Mas a unanimidade quanto ao futuro do país e de seu intrincado sistema tributário, previdenciário e político, ficou clara com a exposição dos convidados, o advogado tributarista Fábio Grillo e o economista José Pio Martins. “Há um consenso de que é preciso dar atenção às reformas, sem elas, independente de quem assuma a presidência, não há como o país voltar a crescer, somente aumentar a carga tributária não irá melhorar o cenário”, afirmou Grillo.

Para o economista José Pio Martins: “Toda vez que se falou em reforma tributária, a carga tributária nominal aumentou, sem exceção. Todos os presidentes após o regime militar deixaram uma carga tributária maior a cada gestão, sem organizar o sistema”.

Tributação e Inteligência de negócios

O presidente do Conselho Superior do IBPT, Gilberto Luiz Amaral ministrou palestra no sábado, dia 15, sobre a Tributação gerando negócios – Business Intelligence Governance. Amaral destacou a problemática enfrentada pelo empresário brasileiro e a maneira como as empresas se veem inteligentes, mas não o são na prática. “Diversas vezes, o responsável por algum setor se apresentou como sendo parte da área de inteligência, mas não conhece a fundo os mecanismos que podem, de fato, tornar uma empresa inteligente, além de tratar os departamentos como feudos e não conhecer e entender toda a empresa”, afirmou. O profissional reforçou a Lei de Acesso à Informação, destacando que todos os dados das empresas são públicos e abertos, e que saber utilizar as informações disponíveis pode evidenciar uma empresa quando o assunto é entender o seu prospect e gerar negócios, mencionando o case do Empresômetro.

Também no sábado, 15, o empresário Lucas Ribeiro, diretor da ROIT Consultoria e Contabilidade, ministrou a palestra sobre a inteligência fiscal e a Big Data como inibidor da concorrência desleal.

O futuro da tributação no Brasil e a tributação do futuro foram temas da palestra da advogada tributarista Betina Grupenmacher, no domingo, 16. A especialista destacou que o Direito Tributário está diretamente ligado à Ciência Política e também à Ciência Econômica, e que em virtude do desemprego e da retração econômica e da recessão enfrentada pelo país, a arrecadação diminuiu. Foram abordados também temas como a reforma tributária e a unificação de tributos, criando um imposto único. Ela destacou ainda a manutenção de benefícios fiscais para alguns bens de consumo e produtos, como os medicamentos e transporte coletivo. Para Betina, o principal desafio é manter a sustentabilidade das riquezas tributáveis, além de “conceder incentivos fiscais sem gerar desequilíbrio concorrencial, injustiça e sem comprometer orçamento”, afirmou.

Sobre o IBPT

Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação – IBPT atua desde 1992 na área de inteligência tributária ao realizar pesquisas, estudos e análises para gerar conhecimento e esclarecer a população sobre o complexo sistema tributário brasileiro. Ao mesmo tempo, vem transmitindo informações e dando consultoria estratégica sobre carga tributária setorial, implementando sistemas de governança tributária e desenvolvendo ferramentas e métodos a fim de incrementar a lucratividade das empresas. 

Mais informações podem ser obtidas pelo site: http://www.ibpt.org.br ou pelo telefone (41) 2117-7300.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Categoria: Negócios
Tags: Curitiba, empresários, Negócios, tributação

Enviar comentário

voltar para Acontece em Curitiba

left show tsN fwR fsN|left tsN fwR|left show fwR tsN bsd b01s|bnull||image-wrap|news c05|fsN normalcase tsN fwR bsd b01|b01 c05 bsd|login news normalcase c05 fwB|tsN normalcase fwR bsd b01|normalcase fwR c05|content-inner||