Acontece em Curitiba

Saiba como destinar parte dos impostos para instituições

Publicado por em 22/10/2018 às 19h03

Um hábito simples na hora das compras pode fazer diferença na vida de muitas pessoas. Ao optar por não colocar o CPF na nota fiscal, o contribuinte pode destinar parte dos impostos para instituições sociais cadastradas no Nota Paraná. O programa, lançado em junho de 2016, já distribuiu R$ 282.521.715,00 para as 1.163 instituições cadastradas nas áreas de assistência social, saúde, defesa e proteção animal, desportiva e cultural no Estado.

A Rede Marista de Solidariedade é uma delas. No Paraná, a organização atende mais de mil e quinhentas crianças e adolescentes gratuitamente nos Centros Sociais localizados em Curitiba, Fazenda Rio Grande, Itapejara D’Oeste, Guaraqueçaba e Londrina. Na capital, a unidade beneficiada é o Centro Educacional Marista Eunice Benato, que tem sua sede na Vila Torres, onde 73% das crianças e adolescentes matriculadas estão em situação de vulnerabilidade social e vivem abaixo da linha da pobreza. A unidade oferece educação infantil gratuita, além de projetos no contraturno escolar e o Programa Jovem Aprendiz, para o encaminhamento de adolescentes para o mercado de trabalho. As cinco unidades juntas já conseguiram arrecadar quase R$200 mil através das notas fiscais.

Segundo Rafael Cardeal, executivo de negócios da Diretoria Executiva de Ação Social do Grupo Marista, o programa trouxe oportunidades para ampliar os atendimentos e estimular os jovens atendidos. “Com o recurso foram adquiridos materiais de informática e audiovisual, que são utilizados, por exemplo, nos projetos de educomunicação com os adolescentes que participam dos projetos no contraturno escolar das unidades beneficiadas”, conta.

Como doar após a compra?

Ao realizar qualquer compra, o consumidor pode optar por não colocar o número do CPF na nota. Dessa maneira, poderá depositá-la em caixinhas distribuídas em diversos estabelecimentos. “A partir daí, a responsabilidade passa a ser da entidade que recolhe as notas e as cadastra no sistema do Nota Paraná. O prazo para o cadastro, no entanto, é de no máximo 30 dias após a compra”, reforça Cardeal.

Outra forma de doar é via o site do Nota Paraná (www.notaparana.pr.gov.br). Basta acessar o sistema com o CPF e a chave de acesso da nota e clicar na aba “Minhas Doações”. Para facilitar as transações, é possível utilizar o aplicativo da ferramenta, disponível para Android e IOS. No aplicativo é só deixar o aparelho ler a imagem QR Code da Nota Fiscal. As doações feitas não causam impacto no CPF e podem contribuir para a ampliação de milhares de projetos de promoção e defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes.

Sobre a Rede Marista de Solidariedade

A Rede Marista de Solidariedade (RMS) é responsável por um conjunto de iniciativas, programas e ações com foco na Promoção e na Defesa dos Direitos de crianças, adolescentes e jovens. Realiza ações nas áreas da educação e da assistência social que beneficiam mais de 7 mil crianças, adolescentes e jovens em escolas sociais de 18 cidades nos estados do São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. São 23 unidades sociais e educacionais que, de maneira gratuita, ofertam desde a educação infantil até o ensino médio e ensino médio técnico, além de projetos no contraturno escolar. Mais informações: www.solmarista.org.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Categoria: Notícias
Tags: Impostos, Notas fiscais, Organizações sociais

Enviar comentário

voltar para Acontece em Curitiba

left show tsN fwR fsN|left tsN fwR|left show fwR tsN bsd b01s|bnull||image-wrap|news c05|fsN normalcase tsN fwR bsd b01|b01 c05 bsd|login news normalcase c05 fwB|tsN normalcase fwR bsd b01|normalcase fwR c05|content-inner||