Carnaval 2016

Mocidade Azul é Tricampeã do Carnaval de Curitiba

Publicado por Guia Amo Curitiba em 10/02/2016 às 00h01

Escolas de Samba Guia Amo Curitiba

A Mocidade Azul é Tricampeã do Carnaval de Curitiba com o samba "Sou Bobo Mas Sou Feliz"! A escola levou pra Marechal 464 integrantes que conquistaram a nota 10 de 15 jurados, entre os 18 que julgaram o desfile.
Pelo Grupo de Acesso a campeã foi a Escola Imperatriz da Liberdade que retorna ao Grupo Especial em 2017.

A escola foi a última a desfilar pela avenida no úlimo sábado (06) e conquistou 179,50 pontos. Esse é o 25º troféu da Mocidade, que foi fundada há 44 anos. O título de vice-campeã ficou com a Acadêmicos da Realeza – com 175,90 pontos. Já a Leões da Mocidade, que apresentou o maior número de integrantes (300), ficou em terceiro lugar. A Internautas, que abriu o desfile do Grupo Especial, volta para o Grupo de Acesso em 2017. “Do louro ao bronze, da prata ao ouro, minha nação é o maior tesouro”, foi o tema escolhido pela escola como uma forma de homenagear o esporte e as Olimpíadas

A escola de samba Imperatriz da Liberdade foi eleita a campeã do grupo B. A escola foi fundada em fevereiro de 2013. Neste seu terceiro desfile, a Imperatriz da Liberdade enalteceu a força da natureza, representada pelos seus orixás, cantando “Sou flecha, sou a força do teu arco… Senhor da floresta, rei caçador”. Com a conquista, a escola passa a integrar o grupo especial no próximo carnaval.

Os quesitos avaliados pelos jurados foram bateria, fantasia, mestre-sala e porta-bandeira, comissão de frente, alegorias e adereços, samba enredo, harmonia, enredo, conjunto e baianas.

Após o anúncio do 24º título da escola, o presidente Altamir Jorge Lemos enfatizou o trabalho árduo realizado pela agremiação. "Ficamos muito felizes com o crescimento do carnvaval de Curitiba e percebemos a evolução das outras escolas. O parabéns é de todos", afirmou.

Para o presidente da Fundação Cultural de Curitiba Marcos Cordiolli, o carnaval de 2016 mostrou o quanto as escolas estão evoluindo e estão envolvendo as comunidades. “Todo o Carnaval de Curitiba está crescendo muito, incluindo o desfile das escolas. Em apenas três anos estamos vendo uma evolução muito positiva, que é visível pela qualidade das apresentações”, disse ele.

Em pleno sábado de Carnaval, a avenida Marechal Deodoro foi tomada por 15 mil de foliões e um público animado, que lotou as arquibancadas para assistir ao desfile das escolas de samba de Curitiba. O desfile começou por volta das 18h, com os blocos carnavalescos. Às 21h foi dada a largada para a primeira escola do grupo de acesso. As do grupo especial entraram na passarela por volta das 23h, cantando os seus enredos, sambando e exibindo muito brilho nas fantasias e carros alegóricos.

Guia Amo Curitiba

Fonte: fundacaoculturaldecuritiba.com.br

Categoria: Carnaval 2016
Comentários (0)

Mais de 20 mil mortos-vivos participaram do Zombie Walk 2016

Publicado por Guia Amo Curitiba em 09/02/2016 às 00h01

Zombie Walk Guia Amo Curitiba

Neste domingo (07), aconteceu mais uma edição do Zombie Walk Curitiba. E desta vez, cerca de 20 mil mortos-vivos, "sobreviventes" e caçadores armados se juntaram a figuras da cultura pop (muitas em versão “desmorto”) para mostrar que o “apocalipse zumbi” já faz parte do Carnaval curitibano.

Em sua sétima edição, a marcha teve concentração na Boca Maldita por volta do meio-dia. Mais uma vez a marcha contou com trios elétricos e os organizadores, além da costumeira exposição das fantasias e maquiagens dos participantes, promoveram concurso do grito zumbi mais horrível, concurso de Miss Zombie Curitiba, e até um casamento zumbi.

"É uma alegria muito grande ver o crescimeto do evento, que a cada ano atrai mais gente, se tornando uma genuína manifestação do Caranaval da cidade”, avalia Flávia Nogueira, do Zombie Walk Curitiba, que organiza e realiza o evento. Pelo terceiro ano consecutivo, a Fundação Cultural de Curitiba foi apoiadora da marcha.

A caminhada iniciou pela Rua XV por volta das 1430h e fez sua primeira parada em frente ao Paço Municipal. Depois de cruzar a Praça 19 de Dezembro, o grupo seguiu pela Avenida Cândido de Abreu e se concentrou na Praça Nossa Senhora de Salete, em frente ao Palácio do Governo. A festa teve ainda cinco bandas, entre elas a Rádio Cadáver e S.O.S Chaos.

Famílias, tranquilidade e alternativa

Sandy Camargo dos Santos participou do Zombie Walk pelo segundo ano junto com a família. A filha de 2 anos esteve no ano passado, pequenininha, e agora já se diverte com a mão de borracha "ensanguentada". "A gente vem porque é divertido para passear e ver a fantasia do pessoal. Fazer a própria fantasia, pensar nela e se preparar é uma das partes mais divertidas", afirma o pai. Já Giovana Matos vem de Colombo e participa com a família há várias edições. "É o evento que mais marca a nossa família, a gente gosta de coisa alternativa, mais rock'n roll", diz.

Os amigos Guilherme Ricardo dos Santos e Jean Muksen dizem que a fantasia foi pensada dois dias antes do evento, mas mesmo assim chamaram muito a atenção."É uma alternativa ao Carnaval normal. E geralmente depois vamos ao Curitiba Rock Carnival", afirma Ricardo. Já Jean explica diz que o encontro é divertido justamente por fazer um contraponto do que acontece nas outras cidades. "Sempre é tudo colorido, todo mundo pulando. Aqui não, aqui somos comportado, somos mais zumbis mesmo", brinca.

Adriana Rugenski levou a família toda para se divertir no Zombie Walk. O filho, o marido, o sobrinho e os irmãos se uniram para se vestir e preparar as fantasias. "Não viajamos para o litoral porque não curtimos esse tipo de diversão. Então o meu filho, que é apaixonado por zumbis, começou a participar, e começamos a vir junto. Agora toda a família vem", afirma.

Guia Amo Curitiba

Fonte: fundacaoculturaldecuritiba.com.br

Categoria: Carnaval 2016
Comentários (0)

Desfile das escolas de samba agita a Marechal Deodoro

Publicado por Guia Amo Curitiba em 08/02/2016 às 00h01

Carnaval de Curitiba Guia Amo Curitiba

Em pleno sábado de Carnaval, a avenida Marechal Deodoro foi tomada por 15 mil de foliões e um público animado, que lotou as arquibancadas para assistir ao desfile das escolas de samba de Curitiba. O desfile começou por volta das 18h, com os blocos carnavalescos. Às 21h foi dada a largada para a primeira escola do grupo de acesso. As do grupo especial entraram na passarela por volta das 23h, cantando os seus enredos, sambando e exibindo muito brilho nas fantasias e carros alegóricos.
O batuque das baterias e a alegria dos integrantes das escolas contagiaram quem estava por perto. O prefeito Gustavo Fruet foi um dos que passou pela avenida, foi recebido pelo Cortejo Real e acompanhou a apresentação do bloco Rancho das Flores, formado por idosos atendidos pela Fundação de Ação Social.

Fruet comentou sobre a alegria da plateia e o clima favorável, já que não choveu durante o desfile. “Este ano tivemos uma estrutura melhor de iluminação, som, acesso às arquibancadas, segurança e limpeza. Todos também puderam se programar melhor, tanto os blocos como o Rancho das Flores e as escolas, que chegaram com uma expectativa muito positiva. Além dessa bela noite na Marechal, temos ainda o Rock Carnival e o Zombie Walk, Tudo isso é uma demonstração de que Curitiba tem público para diferentes opções e diferentes gostos”, disse o prefeito.

A variedade de opções para os curitibanos e visitantes durante o Carnaval também foi destacada pelo presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Marcos Cordiolli. “Nós criamos o conceito do carnaval multicultural. Temos vários tipos de ações e todas muito bem organizadas”, afirmou. Cordiolli observa também uma evolução no Carnaval de Curitiba. “Aqui na avenida estamos crescendo, avançando muito do ponto de vista da qualidade. As escolas estão melhorando a cada ano e o público tem respondido positivamente a isso. Elas têm trabalhado arduamente com a Fundação Cultural, estamos todos somando forças. Há uma grande evolução porque estamos trazendo mais público, melhorando a qualidade, mas principalmente porque estamos fazendo uma ação republicana no sentido de ouvir todos os agentes envolvidos, com mais democracia, transparência e negociação. Os frutos estamos colhendo hoje aqui”, avaliou.

Enredos - O Bloco Afoxé, que reúne integrantes dos terreiros de umbanda e candomblé de Curitiba, foi o primeiro a entrar em cena, fazendo a “purificação” da avenida. O Unidos de Judá veio na sequência, cantando um samba-enredo de tema religioso. O tradicional Bloco Derrepente, por sua vez, apresentou um tema de viés político – “29 de abril, massacre nunca mais”, uma crítica ao confronto entre professores e forças policiais ocorrido no ano passado, no Centro Cívico. O Rancho das Flores levou para a avenida uma homenagem à dupla Nhô Belarmino e Nhá Gabriela.
A presidente da FAS Márcia Fruet estava entre os foliões. “Foi uma grande satisfação para as meninas. No ano passado não pudemos desfilar por causa da chuva. Estavam todas ansiosas”, revelou. A homenagem à dupla de cantores foi acertada. “Todas que estavam desfilando tinham uma história de lembrança da dupla, das “Mocinhas da Cidade”. Foi uma justa homenagem que a cidade fez a Belarmino e Gabriela, por meio do Rancho das Flores”, destacou.
Entre as escolas, a primeira a se apresentar foi a Escola de Samba Império Real de Colombo. Ele integra o grupo de acesso, assim como a Imperatriz da Liberdade, uma das agremiações carnavalescas mais jovens, fundada em fevereiro de 2013. Neste seu terceiro desfile, a Imperatriz da Liberdade enalteceu a força da natureza, representada pelos seus orixás, cantando “Sou flecha, sou a força do teu arco… Senhor da floresta, rei caçador”.

Grupo especial
 – “Do louro ao bronze, da prata ao ouro, minha nação é o maior tesouro”, foi o tema escolhido pela escola Os Internautas, que abriu o desfile do grupo especial. O samba-enredo foi uma homenagem ao esporte e às Olimpíadas, que acontecem este ano no Brasil. A Embaixadores da Alegria, uma das mais tradicionais de Curitiba, apresentou o tema “Façam suas apostas, o jogo da vida vai começar! A Embaixadores vem para jogar”, uma metáfora entre os jogos de azar e o “jogo da vida”.
Com o enredo “Luz, Câmera, Ação… Leões apresenta: cinema na avenida”, a escola Leões da Mocidade prestou uma homenagem ao cinema. A Acadêmicos da Realeza criou o enredo “Imperium dai a César o que é de César, e a Curitiba damos a Realeza”, para contar, por meio de fantasias e adereços, a história da humanidade desde a Antiguidade até o surgimento da nação brasileira. A última a desfilar, campeã do Carnaval 2015, foi a Mocidade Azul, que levou a história “Sou bobo mas sou feliz”, uma ode à vida leve e feliz de quem ama o samba e o carnaval.
A cada intervalo entre a passagem das escolas, quem tomava conta da avenida era o Cortejo Real, que se fez presente, animando as arquibancadas. “Está sendo muito bom. Tentamos levar alegria para o público e acho que nosso trabalho foi bem feito”, disse o Rei Momo Rubens Marques da Silva. “A caminhada até aqui foi muito legal, uma experiência muito boa. As escolas receberam a gente muito bem. Estamos aqui pra isso: para o pessoal de Curitiba ver que aqui tem carnaval, que é muito bonito e as escolas se empenham para fazer um bom trabalho”, enfatizou a 1ª Princesa, Franciele Loiola.

Guia Amo Curitiba

Fonte: fundacaoculturaldecuritiba.com.br

Categoria: Carnaval 2016
Comentários (0)

Escolas de Samba de Curitiba desfilam no sábado de Carnaval

Publicado por Guia Amo Curitiba em 06/02/2016 às 00h01

Carnaval Guia Amo Curitiba

Depois do sucesso do Pré-Carnaval na Marechal Deodoro, agora chegou a vez da avenida receber os desfiles de blocos e das escolas de samba de Curitiba. O evento acontece hoje (6) a partir das 18h. O acesso às arquibancadas, que serão montadas entre as ruas Barão do Rio Branco e Marechal Floriano, será gratuito.

“A volta dos desfiles para a Marechal era uma demanda de anos das escolas de samba, e que tem se mostrado muito exitosa. Houve aumento de público nos últimos anos, mostrando que a cidade abraça o evento”, afirma Marcos Cordiolli, presidente da FCC. Ele lembra também que o Carnaval local fortalece as Regionais do município, já que é construído a partir dos bairros da cidade.

Blocos

O primeiro desfile é às 18h, com o bloco Afoxé, que reúne integrantes dos terreiros de umbanda e candomblé de Curitiba. A canção deste ano é intitulada “Egbe Aye Afoxé Omo Ijexá”. Há mais de 20 anos o Afoxé é responsável por fazer o ritual de “purificação” da avenida, garantindo bons fluidos para a festa.

Em seguida, às 18h30, vem o bloco Unidos de Judá e o Derrepent, às 19h, que homenageia a dupla caipira Belarmino e Gabriela. Às 19h30, o tradicional Rancho das Flores, formado por idosos que participam dos grupos de convivência da Fundação de Ação Social (FAS), desfila.

Escolas de Samba

Às 20h55 começam os desfiles das escolas do grupo Acesso, com a Império Real de Colombo e a escola Imperatriz da Liberdade, às 21h45.

Os desfiles do grupo Especial acontecem a partir das 22h40, com a escola Internautas. Depois vêm os Embaixadores da Alegria (23h45) e em seguida, 0h55, a escola Leões da Mocidade.

A vice-campeã de 2014, a Acadêmicos da Realeza, ocupa a Marechal à 1h55. Por fim, a bicampeã do carnaval curitibano, a Mocidade Azul fecha o desfile às 03h. A ordem dos desfiles respeita os resultados do Carnaval 2014.

Resultado

A apuração das notas dos desfiles das Escolas de Samba será já no domingo (dia 7), no Memorial de Curitiba, a partir das 15h. A última colocada do Grupo A será rebaixada para o Grupo B em 2017. Já a escola de samba campeã do Grupo B terá garantido o acesso ao Grupo A no ano que vem.

Os quesitos avaliados pelos jurados serão bateria, fantasia, mestre-sala e porta-bandeira, comissão de frente, alegorias e adereços, samba enredo, harmonia, enredo, conjunto e baianas. As escolas do grupo A devem ter no mínimo 230 integrantes e as do grupo B, 160. O regulamento foi aprovado em dezembro pela Comissão de Carnaval e pelas escolas de samba.

Infraestrutura

A Marechal Deodoro está sendo preparada para receber o público que irá ao desfile das escolas de samba. A infraestrutura envolve arquibancadas, equipamentos de som e iluminação, banheiros químicos e barracas de alimentação. Os acessos poderão ser feitos pelas ruas Barão do Rio Branco, Monsenhor Celso e Avenida Marechal Floriano.

O acesso do público às arquibancadas será gratuito. Serão 3 mil lugares, sendo 300 reservados a idosos, deficientes físicos e gestantes. As arquibancadas serão montadas no lado esquerdo da pista (considerando o sentido dos carros). Serão instalados 100 banheiros químicos, ao longo do trecho do desfile (entre a Rua Barão do Rio Branco e Avenida Marechal Floriano) e também nas áreas de concentração e dispersão das escolas.

Barracas para venda de alimentos e bebidas (água, refrigerantes e cervejas) atenderão na Rua Monsenhor Celso (entre a XV de Novembro e a José Loureiro). Também foram definidos pontos de vendedores ambulantes. Técnicos da vigilância sanitária e da Secretaria Municipal de Urbanismo atuarão na fiscalização.

Ambulâncias estarão posicionadas em pontos estratégicos para atendimento médico de emergência. O policiamento será realizado com efetivos da Polícia Militar e da Guarda Municipal. O Corpo de Bombeiros também estará presente.

Trânsito

Em razão do desfile, haverá bloqueio total da pista da Marechal Deodoro a partir das 14h, no trecho entre as ruas Tibagi e Westphalen. Agentes da Setran estarão no local para orientar o trânsito. Os ônibus que atendem a região funcionarão normalmente no fim de semana, com pequenos ajustes de rota, caso necessário. As linhas que transitam pela Marechal Deodoro serão desviadas para rotas próximas.

Realização

O Carnaval de Curitiba 2016 é uma realização da Fundação Cultural de Curitiba (FCC) e do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (ICAC). O Pré-Carnaval, o Curitiba Rock Carnival e o Zombie Walk têm patrocínio da Skol e promoção da RPC TV.

A programação do Carnaval 2016 está sujeita a alterações. Acompanhe o site da FCC (fundacaoculturaldecuritiba.com.br) para saber mais detalhes e outras atualizações. 

Sambas das Escolas e Blocos

Guia Amo Curitiba

 

Fonte: fundacaoculturaldecuritiba.com.br

Categoria: Carnaval 2016
Comentários (0)

Curitiba Rock Carnival une bandas clássicas a novidades

Publicado por Guia Amo Curitiba em 05/02/2016 às 00h01

Curitiba Rock Carnival Guia Amo Curitiba

Duas lendárias bandas estão confirmadas para o Curitiba Rock Carnival de 2016: os curitibanos do Blindagem, pilares do rock paranaense que dispensam apresentações, e a banda Death, de Detroit (EUA), considerada uma das pioneiras do punk rock. Mas também estão no line-up revelações recentes como o The Shorts e ruído/mm, ambas de Curitiba.

Pelo terceiro ano seguido e agora com um dia a mais, o evento marca o feriado de Carnaval na cidade com 21 shows. As apresentações acontecem nos dias 6, 7 e 8 de fevereiro (sábado, domingo e segunda-feira), a partir das 14h e são todas gratuitas, no estacionamento da Câmara Municipal de Curitiba.

O evento é promovido pela Fundação Cultural de Curitiba e tem curadoria compartilhada entre Vlad Urban, JR Ferreira e Neri Melo, músicos e produtores históricos da cena independente brasileira.

“Desde 2013 Curitiba se firma como uma cidade com um carnaval multicultural. E parcerias com produtores e atrações já consagradas no Carnaval da cidade vêm sendo essenciais para a revalorização da festividade nos últimos anos”, afirma o presidente da FCC, Marcos Cordiolli.

Vlad Urban, co-produtor do evento e do Psycho Carnival, este organizado de forma independente, observa que o Curitiba Rock Carnival se consolida como o maior festival de música independente em Curitiba e um dos maiores do Brasil. “E, o mais interessante, é que com o apoio da FCC ele se viabiliza de forma gratuita, incrementando e firmando o carnaval curitibano como uma alternativa, também, para quem procura sons diferentes para sua festa do momo”, diz.

Marcha zumbi – Outro evento que acontecem paralelamente ao  Rock Carnival é a Zombie Walk, a marcha dos zumbis que a cada ano leva mais público, de todas as idades, para desfilar pelas ruas da cidade, no dia 7 (domingo), com concentração a partir do meio-dia na Boca Maldita. A marcha é organizada e produzida pelo Zombie Walk CWB.

Psycho – Enquanto o Curitiba Rock Carnival abre seu palco para uma variedade maior de sonoridades, o Psycho Carnival é mais segmentado. A 17ª edição do evento independente traz um dos últimos entre os grandes nomes do psychobilly mundial que faltam na história do festival: a banda Guana Batz. Os britânicos voltam ao Brasil depois de quase 30 anos para fazer o show de encerramento do festival, que acontece de 5 a 8 de fevereiro no Jokers Pub. Confira a programação completa a seguir.

Death – Formado pelos irmãos Hackney no início dos anos 1970 mas pouco conhecido até poucos anos atrás, o trio é uma espécie de padrinho do punk rock, por ter características que, mais tarde, passaram a definir o estilo. Gravado entre 1974 e 1975, o primeiro álbum permaneceu por mais de três décadas guardado nos porões da família, até ser finalmente lançado em 2009, com o título de “…For the whole world to see”. Essa história acabou registrada no documentário A Band Called Death, lançado no mesma época do álbum. O grupo hoje é formado por Bobby Hackney (baixo e voz), Dennis Hackney (bateria) e Bobbie Duncan (guitarra) e vem ao Brasil para apenas dois shows, um em São Paulo e outro em Curitiba.

O Carnaval de Curitiba 2016 é uma realização da Fundação Cultural de Curitiba (FCC) e do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (ICAC). O Pré-Carnaval, o Curitiba Rock Carnival e o Zombie Walk têm patrocínio da Skol e promoção da RPC TV.

 

ZOMBIE WALK

7 FEV (DOM): concentração a partir do meio-dia na Boca Maldita

CURITIBA ROCK CARNIVAL

6 FEV (SÁB)

14h: Reverendo Frankstein (São Paulo) | 15h: ruido/mm (Curitiba) | 16h: Jailor (Curitiba) | 17h05: Spellbound (Irlanda) | 18h25: Semblant (Curitiba) | 19h30: The Shorts (Curitiba) | 20h45: Death

7 FEV (DOM)

14h: Repelentes (Curitiba) | 15h: Corazones Muertos (São Paulo) | 16h: Cwbillys (Curitiba) | 17h05: Penitentes (Curitiba) | 18h25: The Dead Rocks (São Carlos) | 19h30: Machete Bomb (Curitiba) | 20h45: Confraria da Costa (Curitiba)

8 FEV (SEG)

14h: B-Booms (Curitiba) | 15h: Joanetes (Curitiba) | 16h: Pão de Hamburguer (Curitiba) | 17:05: Frantic Flintstones (Reino Unido) | 18:25: Los Freneticos (Argentina) | 19h30: Sarnentos (Curitiba) | 20h45: Blindagem (Curitiba)

Local: Estacionamento da Câmara Municipal de Curitiba

Ingresso: gratuito

Guia Amo Curitiba

Fonte: fundacaoculturaldecuritiba.com.br

Categoria: Carnaval 2016
Comentários (0)

left show tsN fwR fsN|left tsN fwR|left show fwR tsN bsd b01s|bnull||image-wrap|news c05|fsN normalcase tsN fwR bsd b01|b01 c05 bsd|login news normalcase c05 fwB|tsN normalcase fwR bsd b01|normalcase fwR c05|content-inner||